Artigo

Fórum UECPLP

A ACIBA – Associação Comercial e Industrial da Bairrada e Aguieira está presente no VI Fórum da União de Exportadores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – UECPLP, que terá lugar nos dias 22 e 23 de Setembro de 2017 em Vila Real.

Esta iniciativa pretende constituir uma verdadeira plataforma de negócios e de cooperação, geradora de condições para a criação e consolidação de um espaço permanente de apoio à atividade ao empresariado lusófono, estimulando trocas comerciais e a internacionalização.

A forte identidade, relações privilegiadas e presença crescente de empresas do mercado CPLP, justificam uma aposta no estabelecimento de parcerias empresariais, aproveitando sinergias e potencialidades existentes em cada país.

O Fórum terá as vertentes empresariais, institucionais e culturais, representativas dos diferentes segmentos do mercado CPLP e é constituído por quatro eixos principais:

– Seminários Temáticos por País;

– Reuniões B2B;

– Grande Conferência “CPLP: Um mundo de oportunidades de negócio.

– Espaço Mostra (empresarial e cultural).

Destinado a empresários de diversos setores de atividade, entidades oficiais e públicas e às mais diversas instituições associativas e organizações, este Fórum da União de Exportadores da CPLP irá demonstrar a força incontornável desta comunidade e os objetivos que pretende materializar, representados por uma génese comum: a criação de novas oportunidades de negócio no espaço da CPLP.

A ACIBA estará presente com espaço próprio, onde estarão representadas empresas e 3 municípios.

Empresas:

ADEGA RAMA
SOCIEDADE AGRÍCOLA BOAS QUINTAS
MEASINDOT – ENGINEERING LDA
CONSULSET – CONSULTADORIA E MARKETING, S.A.
PRIOR LUCAS, LDA
PROFIFORMA-GABINETE DE CONSULTADORIA E FORMAÇÃO
LUIS SILVA, PUBLICIDADE E DESPORTO
QUINTA DO CARVALHINHO
ELÉCTRICA DO CERTOMA

 

Municípios:

Câmara Municipal da Mealhada

Câmara Municipal de Mortágua

 

Para informações contacte-nos:
geral@aciba.pt
231 201 606

SISTEMA DE INCENTIVOS

A ACIBA, tendo como objectivo promover o desenvolvimento e progresso do sector da agricultura e dotá-lo de meios que lhe possibilitem responder aos novos desafios que se colocam, vai apresentar até 14 de Setembro de 2017, junto da CAP – Confederação dos Agricultores de Portugal, um projeto que será financiado pelo Fundo Social Europeu e Estado Português.

Este projeto, que se prevê iniciar em Março de 2018, pretende colocar à disposição de 12 empresas da área da Vitivinicultura consultores e formadores especializados, de forma a ajudar a melhorar o seu desempenho em áreas essenciais ao seu desenvolvimento, nomeadamente:
•    Gestão Agrícola
•    Marca – Marketing
•    Segurança e Higiene no Trabalho Agrícola

Assim, e por forma a podermos submeter a candidatura, com a pré-adesão das empresas interessadas, necessitamos dos seguintes documentos para aferir da sua elegibilidade:
– Inscrição no Balcão 2020
– IES 2016
– Declarações de não divida á AT e SS
– Certificado PME

Modelo de Intervenção

A formação-ação é uma intervenção com aprendizagem em contexto organizacional e que mobiliza e internaliza competências com vista à persecução de resultados suportados por uma determinada estratégia de mudança empresarial. Os tempos de formação e de ação surgem sobrepostos e a aprendizagem vai sendo construída através do desenvolvimento das interações orientadas para os saberes fazer técnicos e relacionais. Trata-se de uma metodologia que implica a mobilização em alternância das vertentes de formação (em sala) e de consultoria (on the job) e, como tal, permite atuar a dois níveis:

– Ao nível dos formandos: procura desenvolver competências nas diferentes áreas de gestão, dando resposta às necessidades de formação existentes;
– Ao nível da empresa: procura aumentar a produtividade, a capacidade competitiva e a introdução de processos de mudança/inovação nas empresas.

O Modelo de Intervenção baseia-se no ciclo PDCA (PLAN – DO – CHECK – ACT), respeitando a ordenação lógica destas etapas e garantindo a constante monitorização do processo:

A. Diagnóstico e Definição do Plano de Ação
B. Planeamento do Plano de Ação
C. Implementação e Acompanhamento do Plano de Ação
D. Avaliação de Resultados/ Melhorias Implementadas

Este projeto terá uma duração máxima de 24 meses, sendo que a formação realizada é certificada e contará para a obrigatoriedade do Código de Trabalho.

Convictos de que o presente projecto será uma mais valia para as empresas participantes, com uma aposta clara na qualificação dos recursos humanos e promoção dos seus produtos, ficamos a aguardar a sua adesão!

Para mais informações contacte:
Telefone: 231 201 606
E-mail: geral@aciba.pt

Vale Incubação

Esta medida pretende conceder apoios a projetos simplificados de empresas com menos de 1 ano na área do empreendedorismo através da contratação de serviços de incubação prestados por incubadoras de empresas previamente acreditadas.

Critérios de elegibilidade dos beneficiários do Vale Incubação (para além dos gerais):

  •  Não ter projetos aprovados nas prioridades de investimento referentes à área de Inovação produtiva PME;
  •   Corresponder a uma empresa criada há menos de 1 ano.

São suscetíveis de apoio os projetos de aquisição de serviços de incubação na área do empreendedorismo, imprescindíveis ao arranque das empresas, nomeadamente:

  • Serviços de Gestão (Apoio na definição/consolidação do modelo de negócios; Acompanhamento na gestão operacional do negócio (incluindo gestão comercial, planeamento financeiro e controlo de gestão) e Tutoria e capacitação na gestão);

 

  • Serviços de Marketing (Apoio na estruturação da estratégia de comunicação/marketing; Apoio na divulgação da atividade, produtos e serviços; Apoio na estruturação/consolidação do processo de internacionalização);

 

  • Serviços de Assessoria Jurídica (Assessoria e apoio jurídico);

 

  • Desenvolvimento de produtos e serviços (Apoio à digitalização de processos de negócios; Apoio à proteção/valorização de direitos de propriedade intelectual);

 

  • Serviços de Financiamento (Apoio a candidaturas a concursos de empreendedorismo e inovação; Apoio no contacto com investidores e entidades financeiras).

 

São beneficiários desta medida micro e pequenas empresas de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica.

Incentivo: Incentivo Não Reembolsável (INR) 75% com limite de €5.000

(exceção dos incentivos a conceder pelo PO Regional de Lisboa, os quais são calculados através da aplicação, às despesas elegíveis, de uma taxa máxima de 40%  com limite € 5.000).

Poderão ser consultadas as especificidades do Vale Incubação nos artigos 19.º ao 38.ºda Portaria n.º 57-A/2015 de 27 de fevereiro. O Vale Incubação está integrado no Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo Qualificado e Criativo (Vale Empreendedorismo).

Concursos:

Está neste momento a decorrer o Aviso 20/SI/2017 ao Vale Incubação que permite a apresentação de candidaturas até 29 de setembro de 2017.

 

A ACIBA apoia as empresas na realização da sua candidatura, visando a obtenção de incentivos ao investimento e de adequadas fontes de financiamento.
Antes de se candidatar, consulte o regulamento e verifique as regras de acesso a este aviso.

Consulte-nos para mais informações sobre os Sistemas de Incentivos:

Telefone: 231 201 606
E-mail: geral@aciba.pt

Vale Indústria 4.0

Objetivos e prioridades

O aviso pretende disponibilizar às empresas portuguesas, através do Vale Indústria 4.0, a elaboração de um diagnóstico que produza um conjunto de recomendações que permitam às empresas a definição de um plano de ação conducente à digitalização dos processos, da interconectividade dos produtos e do ajustamento do modelo organizacional, de forma a anularem a barreira geográfica, utilizando as novas tecnologias. Esta iniciativa encontra-se alinhada com a estratégia definida na área da Indústria 4.0 do Programa Nacional de Reformas. Apoiar projetos simplificados de empresas na área da Qualificação e Internacionalização das PME promovendo a definição de uma estratégia tecnológica própria, com vista à melhoria da competitividade da empresa, alinhada com os princípios designada “Indústria 4.0” (Prioridade de Investimento (PI) 3.3 mencionada na alínea b) do n.º1 do artigo 40º do RECI).

 

Tipologia de projetos

Projetos individuais de empresas PME, que visem a aquisição de serviços de consultoria com vista à identificação de uma estratégia conducente à adoção de tecnologias e processos associados à indústria 4.0.

 

Área geográfica

Regiões NUTS II do Continente

 

Âmbito setorial

Todas as atividades económicas tendo em consideração as restrições previstas no artigo 4.º do RECI.

 

Critérios específicos de acesso

– Corresponder a uma empresa com pelo menos 3 postos de trabalho, existente à data da candidatura; – Identificar consulta a pelo menos duas entidades acreditadas para este domínio de intervenção (“prestação de serviços na Indústria 4.0”), devendo a seleção da entidade encontrar-se concluída até à data da assinatura do Termo de Aceitação; – Não ter outras candidaturas aprovadas ou em fase de decisão nas tipologias de investimento “Qualificação PME” identificada, respetivamente, na alínea b) do n.º 1 do artigo 40.º do RECI e no Vale Incubação; – Comprometer-se a executar, o plano de inovação no âmbito da Indústria 4.0, no máximo de 12 meses a partir da data de assinatura do Termo de Aceitação; – Comprometer-se a apresentar informação, avaliando o serviço prestado pela respetiva entidade acreditada; – Comprometer-se a obter ou atualizar a Certificação Eletrónica no sítio do IAPMEI, para efeitos de comprovação do estatuto de micro, pequena e média empresa.

 

Taxas de cofinanciamento

Regiões menos desenvolvidas NUTS II (Norte, Centro, Alentejo e Algarve):

– Taxa base máxima de incentivo de 75% Região

NUTS II Lisboa – Taxa máxima de cofinanciamento de 40%

 

Forma e limite dos apoios

Incentivo não reembolsável limitando-se o incentivo a 7.500€ por projeto

 

Limite ao número de candidaturas

Cada candidato apenas pode apresentar uma candidatura

 

Dotação orçamental

4,2 M€ FEDER

 

Período de candidatura

De 09/08/2017 a 29/09/2017 (19 horas)

 

Data de Notificação da Decisão Final

10/11/2017

 

Consulte aqui o aviso:

Aviso N.º 19/SI/2017
Curso de Técnico/a de Logística

O Curso de Técnico/a de Logística tem o seu inicio previsto para Outubro de 2017.


Destinatários:

– Idade entre os 16 e os 24 anos
– Habilitações – 9º ano de escolaridade ou superior, sem conclusão do 12º ano


Início
– Outubro de 2017
Horário – Diurno (7h/dia)
Duração – 3700h (+/- 2,5 anos)


Apoios:

– Bolsa de profissionalização;
– Bolsa para material de estudo;
– Subsídio de alimentação;
– Subsídio de transporte;
– Subsídio de acolhimento.

 

Saídas profissionais:
– Empresas de produção;
– Comercialização e distribuição;
– Superfícies comerciais;
– Empresas de transportes e entrepostos.

 

Documentos a apresentar pelos formandos:

– Curriculum Vitae

– Cópia do Certificado de Habilitações

– Cópia do Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão

– Cópia do Cartão de Contribuinte

– Declaração comprovativa da Segurança Social (atribuição ou não de RSI ou SD)

– Cópia de Cartão de Segurança Social

 

Para mais informações:

Telefone: 231 201 606
Telemóvel: 927 975 540
E-mail: geral@aciba.pt

 

Formulário de Inscrição

Combate às Desigualdades

No próximo dia 19 de Julho 2017 , quarta-feira, irá realizar-se a ação Roteiro para a Cidadania em Portugal, sob a temática Combate às Desigualdades –  com foco na inclusão no mercado de trabalho de pessoas portadoras de deficiência e/ou pessoas com orientação sexual diversa assumidas.

A ação é apoiada pela Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade.

Terá a duração de um dia , distribuído de acordo com a seguinte planificação:

 

Manhã:

Pampilhosa

Local atividade – Entre a extensão de saúde e mercado, ação de rua junto de comerciantes e população em geral. A carrinha da Cidadania em Portugal estará sediada no Largo do Garoto.

Horário – 10h30 e as 12h30m

 

 

Tarde:

Mealhada

Local atividade – Ações de Rua na área comercial Quinta da Nora, junto de comerciantes, crianças das Aventuras de Verão e população em geral. A carrinha da Cidadania em Portugal estará sediada no Jardim Municipal, junto do monumento dos Combatentes do 25 de Abril.

Horário – 14h30 e as 17h00m

AÇÃO DE FORMAÇÃO

AÇÃO DE FORMAÇÃO

“PLANO DE AÇÃO PARA A VIGILÂNCIA E CONTROLO DA VESPA VELUTINA EM PORTUGAL”

14 JULHO 2017 Centro de Animação Cultural

 

10h30 -13h00

MÓDULO I – A vespa velutina
MÓDULO II – Sistemas de Vigilância

 

MÓDULO III – Comunicação de suspeitas (plataforma SOS VESPA)
MÓDULO IV – Métodos de destruição

 

Inscrições na Câmara Municipal de Mortágua, por telefone: 213 927 460

Online: Fichas de Inscrição

Devem ser preenchidas e enviadas à DGAV,até dia 12 de Julho para o email: formacao.especializada@dgav.pt

ISO 9001 – 2015

Irá realizar-se no dia 06 de Julho de 2017 na EPVL – Centro de Formação o workshop de dedicado á qualidade.

Para mais informações:

Telefone: 231 209 920
Móvel: 913 401 539/963 222 250

A transferência de tecnologia e a articulação das empresas com a universidade e os centros de investigação

18 MAIO 2017 | 14h30

 

Programa

14:30 – A Inovação e a Transferência de Conhecimento

Jorge Figueira, Divisão de Inovação e Transferências do Saber, Universidade de Coimbra

15:15 – Casos de Sucesso de Articulação de Empresas com a Universidade e os Centros de Investigação

João Bernardo Parreira, Book in Loop
Paulo Caridade, Prime Layer

Por questões logísticas, solicitamos que confirme a sua presença através do link: https://goo.gl/forms/ve8ZYIwgvE8wXXG42

Ciclo de Conferências – Inovação e Empreendedorismo

A ACIBA, em parceria com a Câmara Municipal da Mealhada irá realizar a Conferência – APOIOS TÉCNICOS E FINANCEIROS AO EMPREENDEDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO, a ter lugar no dia 30 de março, pelas 14:30H no Espaço Inovação da Mealhada

Esta conferência contará com a presença da Camara Municipal da Mealhada e a ACIBA na sessão de abertura, seguindo-se a apresentação dos Programas de Apoio à Criação do Próprio Emprego do IEFP e as Soluções de Apoio ao Empreendedorismo do Crédito Agrícola. Pelas 15:30 será apresentado o Projeto INOVStart, promovido pela ACIBA.

Haverá ainda lugar a apresentação de Casos de Sucesso Locais ao nível do empreendedorismo, encerrando com um debate aberto ao publico sobre os temas apresentados.

 

14h30 Sessão de Abertura

Câmara municipal da Mealhada

ACIBA – Associação Comercial e Industrial da Bairrada e Agueira

14h50 Programas de Apoio à Criação do Próprio Emprego do IEFP, I.P.
Paulo Santos, Serviço de Emprego de Coimbra

15h10 Soluções de Apoio ao Empreendedorismo do Crédito Agrícola
Pedro Silva, Caixa de Crédito Agrícola Mútuo da Bairrada e Aguiera, CRL

15h30 INOVSTART, Projeto de Promoção do Espirito Empresarial
Alexandre Cardoso, Consulset – Consultoria e Marketing S.A.

15h50 Casos de Sucesso Locais

16h20 Encerramento